Cloud Computing: Vale a pena Migrar o seu Software?

Cloud Computing: Vale a pena Migrar o seu Software?

segunda-feira, 13 de setembro de 2021 por Yasmin Santana

O cloud computing tem ganhado bastante destaque nos últimos anos por processar dados de forma eficiente e econômica. Mas a sua empresa já está preparada para o mundo da computação em nuvem?

Estudos realizados pelo Gartner, Inc. apontam para um crescimento de mais de 17% nos investimentos globais para a área. Isso quer dizer que cada vez mais encontraremos softwares sendo utilizados diretamente pela internet e para diversas finalidades.

Reflita por exemplo sobre as ferramentas que você utiliza hoje, é provável que rapidamente você lembre de diversas empresas e aplicações. 

Isso por si só já nos faz pensar que a computação em nuvem deve ser a melhor saída.

Mas antes de decidir fazer a migração dos seus dados e serviços para a nuvem, é importante saber se esta opção é a melhor para a sua empresa.


O que é Cloud Computing?

Vamos começar do começo. Afinal, o que é cloud computing?

A computação em nuvem surgiu para facilitar o nosso dia a dia, seja como empresa ou como pessoa. É a possibilidade de acessar arquivos e desfrutar de uma imensidade de ferramentas através da Internet, sem a necessidade de fazer um download.

Para as empresas, essa facilidade vem através do fornecimento de serviços de computação sem a necessidade (e os problemas, rs) de ter uma máquina física de armazenamento.

Sem falar na praticidade de ter o seu produto sendo vendido sem a necessidade de ter um CD de instalação ou envio de funcionários até o cliente. 

Se você quiser entender um pouco melhor o que é a computação em nuvem, sugiro a leitura desse outro texto aqui. Agora sim, vamos ao que interessa:


A nuvem serve para a sua empresa?

Veja bem, a rotina de uma empresa pode mudar bastante ao longo do ano. Durante alguns períodos você pode necessitar da capacidade máxima de armazenamento de dados e logo depois pode precisar somente da metade.

Pensando nisso, os servidores em nuvem surgiram com uma ideia diferente daquela utilizada para armazenamento até então. Confira abaixo alguns dos principais benefícios de ter os seus dados em cloud:

Os benefícios da Computação em Nuvem: 

Listamos os principais benefícios da computação em nuvem para você identificar se eles fazem sentido dentro do contexto da sua empresa:

  • Economia:

O principal benefício do cloud computing é, sem dúvidas, o modelo de pagamento

Isso porque você paga somente conforme a sua demanda de uso. Ou seja, você paga exatamente aquilo que utilizar do serviço. Dessa forma, nunca vai acontecer de você ficar com uma máquina parada ou utilizando apenas uma parte da sua capacidade total. 

Ter autonomia na regulação do serviço que você está comprando acaba transformando a nuvem uma alternativa mais barata do que manter uma máquina física. 

  • Escalabilidade:

Outro ponto que precisa ser destacado é a escalabilidade oferecido pela computação em nuvem.

A Escalabilidade também será oferecida de acordo com a sua necessidade, sendo possível um ajuste em escala vertical ou horizontal. 

Na escala vertical, por exemplo, é possível adicionar recursos para aumentar a potência de um servidor existente, talvez adicionando uma CPU mais rápida, mais CPUs ou mais memória. Já na escala horizontal, é possível adicionar mais servidores para processar determinadas solicitações.


  • Elasticidade:

Lembra que antigamente era comum os sites saírem do ar quando tinham um trafego muito maior que o normal e o servidor não aguentava? Normalmente isso acontecia quando a empresa fazia uma grande promoção ou aparecia em um grande veículo de notícias.

Esses problemas acabaram com a nuvem elástica

Ela aloca automaticamente mais recursos de computação quando é preciso lidar com o aumento repentino de tráfego. E assim que ele se estabilizar, a nuvem começa a removê-los para que você não gaste mais dinheiro do que o necessário (seria o meu sonho?).

  • Implantação global:

Para alguns, internacionalizar a empresa pode parecer um sonho distante. Mas você já pensou em ter uma sede internacional?

Distante ou perto desse sonho, a verdade é que você precisa estar preparado para atender demandas internacionais. Afinal, com a Internet, o mundo é quase o quintal da nossa casa.

Nesse sentido, a nuvem te proporciona uma implementação global de aplicativos ou atividades em poucos minutos.

O lado negativo do Cloud Computing?

Ok, já entendemos que a nuvem tem muitos pontos positivos. Mas será que o cloud computing tem algum ponto negativo?

Talvez, depois de tudo isso, você ainda pense “Ok, a computação em nuvem realmente parece muito boa, mas nada supera a segurança que eu posso dar ao meu Data Center”.

Será que você realmente pode dar ao seu servidor físico tanta segurança? Por exemplo: Você consegue controlar quem pode acessar o prédio em que ele está alocado? quem pode tocar nos racks de servidor? etc. Se a resposta pra tudo isso for sim, ótimo! Mas como funciona a segurança na nuvem?

  • Segurança:

Aposto que você já ouviu a frase “Dados são o novo Petróleo”, certo? E todo mundo quer ter certeza que os dados importantes da empresa e clientes vão estar disponíveis e seguros.

Os provedores de computação em nuvem oferecem serviços de recuperação de desastre, replicação de dados e backup de dados (conhece a lei de Murphy, né? Melhor prevenir).

A cloud é uma grande rede de datacenters distribuídos pelo mundo inteiro, ou seja, os provedores de nuvem também precisam lidar com os mesmos problemas. Sendo assim, o investimento em paredes, câmeras, portões, equipes e outras formas de segurança é imenso. 

O mesmo que você poderia fazer, mas sem que você tenha esforço! 

Outro ponto que torna a nuvem interessante, é justamente a segurança digital. Você pode, por exemplo, alocar recursos de computação e armazenamento em um pool compartilhado.

Além disso, os dados podem trafegar de várias maneiras, seja em um único datacenter, entre dois ou mais datacenters ou pela Internet. 

Sendo assim, a responsabilidade de proteger os recursos é dividida entre você e o provedor de nuvem. Ele oferece diversas ferramentas para reduzir riscos, mas cabe a você utilizar essas ferramentas para proteger os recursos que irá utilizar.


A tomada de decisão:

E aí? Conseguiu perceber as facilidades que um provedor na nuvem poderá trazer para o seu negócio? 

Nem sempre é fácil tomar esse tipo de decisão. Muitas vezes a sua empresa já está bem estruturada e fazer a migração do seu software se torna bem difícil.

Nessas horas, o ideal é que você tenha o apoio de profissionais qualificados e que te passem segurança durante todo o processo.